• Inscreva-se no RSS da Catedral

    VOCÊ ACREDITA EM MILAGRES?

    7 dez 2015   //   por   //   Colunas  //  Sem comentários

               “Há duas formas para viver a sua vida: Uma é acreditar que não existe milagre. A outra é acreditar que todas as coisas são um milagre.” (Albert Einstein).

              Estamos vivendo um tempo em que muitas tragédias estão acontecendo no mundo. Quando  tomamos conhecimento das notícias, um grande desânimo toma conta de nós. Vemos tanta tristeza e nos perguntamos se existem milagres, já que estamos perto do Natal.

    Na época em que o furacão Katrina atingiu Nova Orleans, Allen Toussaint, músico e compositor americano, teve sua casa e seu estúdio destruidos. Ele, que tocava desde os 17 anos e levou o som de Nova Orleans para âmbito nacional, perdeu seus pertences e a herança musical sua e dos americanos, explicou em entrevista como se recuperou da tragédia: “O mais importante é a vida, a esperança e a fé no futuro.  Perdi coisas tangíveis, mas pensei: Isto tudo me serviu bem até hoje. Agora, eu tenho um recomeço e espero por surpresas maravilhosas.” Uma delas foi a gravação do álbum “The river of reverse”, com o amigo Elvis Costello. Os shows que fizeram juntos para ajudar os desabrigados do Katrina, deram origem ao disco lançado  um ano depois. Aí, passaram a se apresentar em vários lugares do mundo. “Aquilo me fez gostar de sair para cantar minhas canções. Porque a maior parte do tempo, eu passava compondo para outras pessoas cantarem.” Aclamado com Grammys, integrante do Hall da Fama do rock and roll e um dos mais influentes nomes da música de Nova Orleans, ele faleceu no dia 9 de novembro passado, aos 77 anos, logo após um show em Madrid. Estava participando de uma tournée por vários países. Quando tudo parecia terminar em sua vida, algo não morreu: a esperança.Aquele homem de 67 anos poderia se desesperar. Mas, o desespero é a falta de esperança e a esperança se origina na fé. Muitas vezes, o milagre não acontece nas coisas tangíveis, mas no interior do homem. Podemos dizer que este homem morreu com a sensação de missão cumprida. Não se deixou vencer pelos obstáculos. Aquilo que poderia levá-lo a desistir da vida, fez com que a recomeçasse. Penso que Jesus veio ao mundo para cumprir uma missão e nós também. Cada dia, ao abrir os olhos, estamos diante de um milagre: o milagre da vida.

    501768dd-4910-449c-901c-86f9fe1a082b

                Estamos próximos do Natal, época em que comemoramos a vinda do Messias, do salvador. “O povo, que andava nas trevas, viu uma grande luz”( Isaias 9:2).   Atualmente, ao andarmos nas ruas, vemos muitas luzes. As lojas, as casas, tudo fica lindo, iluminado, com vida. Vivemos uma grande crise política, financeira, passamos por tragédias no país e no mundo. Muitos se revoltam, outros ficam tristes. O mundo sofre com o terrorismo. Um francês, Antoine Leiris, escreveu no Facebook sobre a perda de sua mulher, a mulher da sua vida, a mãe de seu filho de dezessete meses. Ela era maquiadora, cabeleireira e filmava durante apresentações musicais. Morreu no Bataclan.Dirigindo-se aos terroristas, ele disse: “Vocês não terão meu ódio, não destruirão minha família, não vão impedir que eu brinque com meu filho, que possamos ser felizes e livres até chegarmos ao paraíso, ao qual vocês não terão acesso”. A criança, fruto do amor conjugal, representou a esperança, assim como uma criança, fruto do amor de Deus, trouxe a esperança para a terra. Apesar das tragédias, vemos as  fotos de Paris e de outras cidades do mundo com a  decoração de Natal. São cores, brilhos, luzes, tudo simbolizando a esperança.Muita gente come, bebe e comemora, mas muitos esquecem o que comemoram. Quem é o aniversariante? Não existe festa de aniversário sem  aniversariante. O significado da palavra Natal é nascimento. Celebrar o Natal é celebrar o nascimento de alguém. Daí, chamamos o aniversário de alguém de “aniversário natalício”, isto é, aniversário de nascimento. Neste Natal, que a esperança renasça em nossos corações e que Jesus, nosso presente, se faça presente em nossas vidas,  que milagres aconteçam em nosso interior para que possamos renovar o propósito de nossa vinda ao mundo. Que o amor possa prevalecer, apesar de tudo. Que o brilho, as cores e a iluminação de Natal possam fazer parte de nossos dias como símbolo da alegria, de um presente que traz esperança de dias melhores, de um ano melhor, de uma vida melhor.
    _ _

    Neize Tavares é membro da Catedral Metodista, professora de Português e Francês, Vice-presidente da Sociedade Metodista de Mulheres e integrante do Ministério de Comunicação.

     

     

    Deixe um comentário