• Inscreva-se no RSS da Catedral

    Seu copo está meio cheio ou meio vazio?

    4 nov 2015   //   por   //   Colunas  //  Sem comentários

    No Dia de Finados, olhando fotos antigas, lembrei de momentos ruins de nossa vida, em que minha mãe sempre encontrava motivos para dar graças a Deus. Mais tarde, fui ficando uma pessoa que ora encontrava motivos para agradecer, ora para se queixar. Tendo morado na França, aprendi a exercer a cidadania e reclamar, sempre que necessário. Assim fui vivendo até conhecer uma colega de trabalho, Norma, que teria todas as razões do mundo para se queixar, pois tinha um filho com paralisia cerebral, um marido horrível e era transplantada de rim. Mas, era batista e tinha muita fé, sempre achando motivos para agradecer a Deus. Uma vez, uma aluna me trouxe da França o meu perfume predileto em embalagem de 200 ml. Ao receber o presente, fiquei grata, mas indignada ao constatar que um perfume Saint Laurent, comprado na França, tinha vazado no avião. Que tipo de lacre era aquele? Ao relatar a  Norma, ela perguntou como eu podia focar na perda, se havia ganho o perfume predileto. Meu frasco estaria pelo menos metade cheio. Isso me levou a pensar que tudo depende do ponto de vista de cada um. Fiquei, imediatamente, muito feliz. Hoje, nem a Norma, nem minha mãe estão mais entre nós, mas deixaram muitas coisas boas como esta: por pior que seja a situação, sempre temos motivo para agradecer.

    copocheiovazio      

    Aproximando-se o Dia Nacional de Ação de Graças, em que a igreja faz sempre uma festa linda para agradecer as graças recebidas até então, devemos refletir sobre nossas vidas. Li na internet um artigo intitulado GRATIDÃO, UM DOS MAIORES SEGREDOS DAS PESSOAS FELIZES, da psicóloga Viviane Battistella, onde ela diz que o brasileiro é considerado otimista e tende a ver sempre o lado cheio do copo. Mas, segundo ela, otimistas são os que conseguem sentir gratidão, sejam brasileiros ou não.  Treinar os olhos e a mente para agradecer, com o objetivo de  encontrar o lado bom das coisas, pode operar milagres.

    “A capacidade de manter o pensamento positivo, de ter sempre o olhar voltado para o lado bom das coisas (e acreditem: tudo, tudo mesmo tem um lado bom) e o hábito de agradecer todos os dias, vai nos levando lentamente a uma mudança de paradigmas, de valores – e essa mudança pode ser uma das responsáveis pela nossa felicidade.” Ela diz que aprendeu, vendo uma entrevista, que dizer muito obrigado(a) é melhor que simplesmente obrigado(a). E devemos dizer isso com entusiasmo.

    Quando acordamos, sempre devemos agradecer a cama em que dormimos, ao fato de podermos ver, andar, respirar, viver mais um dia, enfim. Dentro de nós, há uma guerra entre o lado sombra e o lado luz, o olhar que está enxergando o lado cheio ou o lado vazio do copo. Quem sofre pela água que não tem, deixa de beber a água disponível que tem no copo. Cada dia que amanhece nos dá a possibilidade de viver novas experiências,  de recomeçar,  de sermos felizes. Não importa se o céu está azul ou cinzento. Os dias, então, serão da cor que você quiser, pois quem dá as cores é o seu olhar. Em No Cenáculo de 28 de outubro, lemos que “na maioria das vezes, nós vemos mais o que está faltando em nossas vidas e não o que temos. Queixamo-nos mais do que agradecemos.1º Tessalonicenses 5:18 nos diz:” em tudo, dai graças”, mesmo quando as circunstâncias não nos favorecem. Podemos encontrar um símbolo ou recordar um versículo da Escritura para lembrar-nos de dar graças a Deus em todas as situações Tal prática pode nos ajudar a transformar as queixas em palavras de gratidão.” Assim, seremos mais felizes e prontos para viver o paraíso aqui na terra. Este é o meu desejo para meus amigos e para você, que nos lê neste momento. Que no Dia de Ação de Graças, você tenha muitas graças para agradecer a Deus.

    _ _

    Neize Tavares é membro da Catedral. Professora de Português e Francês. Vice-presidente da Sociedade Metodista de Mulheres.

    Deixe um comentário