• Inscreva-se no RSS da Catedral

    Até onde a vai a maldade do Homem.

    12 jan 2013   //   por   //   Colunas  //  2 comentários

    Nos últimos dias temos visto, lido e ouvido que no mundo, no Brasil, na nossa cidade, em nosso bairro, a violência está cada vez maior e sem sentido. Esta semana uma jovem grávida foi morta em São Paulo a troco de nada, simplesmente porque ela foi talvez tirar o cinto de segurança, pois acabara de estacionar na rua onde morava. O  bandido deu um tiro em sua cabeça. Uma jovem grávida de 9 meses, assim mesmo, do nada o cara atirou, não roubou, não assaltou, simplesmente atirou e fugiu em sua moto.

    No natal aqui no Rio uma menina que brincava com seus presentes levou um tiro na cabeça oriundo de uma bala de fuzil perdida por causa de tiroteio entre traficantes, a menina não foi atendida a tempo e teve morte cerebral e depois o corpo parou de funcionar.

    Nos EUA tivemos o massacre em mais uma escola primária americana. O presidente Barack Obama, fez um pronunciamento emocionado pedindo que a liberdade ao acesso as armas seja modificado.

    Nos países do Oriente Médio, a guerra continua de forma ininterrupta atingindo quem quer que seja. Militar, civil, adulto, criança, idoso, doente, enfim, não existe a princípio solução aparente. 

    Em nossa cidade como no resto do Brasil, a guerra contra as drogas e agora mais forte contra o crack tem produzido quase nada. O absurdo que vemos nas ruas como um amontoado de gente fumando essa droga e cada vez mais enlouquecido, pratica furtos, roubos e assaltos para continuar sustentando seu vício. Será que já estamos começando a viver o início do fim.

    Tenho lido várias postagens em redes sociais, e-mails, sites, que o mundo precisa de amor, ou de mais amor. É verdade, mas que amor será esse. Será o amor da solidariedade, o amor da compaixão, o amor da compreensão, não sei dizer quanto a isto, mas que nos falta amor num sentido mais amplo isso sim com certeza.

    A Bíblia em Eclesiastes 9 verso 3 diz o seguinte” Este é o mal que há em tudo o que se faz  debaixo do sol; que a todos sucede o mesmo. Também o  coração dos filhos dos Homens está cheio de maldade, há desvarios no seu coração, na sua vida, e depois se vão aos mortos”.  Em Mateu 24 a partir do verso 3, Jesus da muitas pistas sobre o início do fim quando os discípulos também preocupados com o tema, lhes pergunta, e Jesus vai dizendo “… E, por se multiplicar a iniquidade, o amor de quase todos esfriará” . Em I João 5 verso 19 ” Sabemos que somos de Deus, e que o mundo inteiro jaz no maligno”.

    Portanto meu caro, o mundo  que conhecemos está entregue ao maligno ,  já que a maldade está dentro de nós e existe desde o início quando Caim matou Abel por pura inveja, algo banal, assim como os crimes que temos visto, só poderá ter uma mudança a partir do momento em que entendam que Jesus é o Senhor, que Ele é Amor(e é desse amor que se precisa), e que todos pecaram e carecem da Glória de Deus. 

    É essa mudança, conversão, mudança de vida que nós, que nosso bairro, que nossa cidade, que nosso País e que o mundo inteiro precisa ou talvez esteja buscando sem saber quem e onde.

    Deus pra todos

    Jose Augusto Catharino

    2 comentários

    • Parabéns J. Augusto. Nao sabia que vc. escrevia tão bem. Continue.
      Um abraço,
      Junia

    Deixe um comentário