• Inscreva-se no RSS da Catedral

    Advento II

    14 dez 2015   //   por   //   Colunas  //  Sem comentários

    Texto: Is. 11:1-2

     

    O nome de Isaías significa “Salvação de Jeová”. É considerado o maior dos profetas e aquele que anunciou o Messias com maior riqueza de detalhes. É chamado de “o profeta evangélico”. Profetizou por um período de cerca de 50 anos, por volta do ano 700 a.C. (740 a 695). Era neto do Rei Joás e primo do Rei Uzias. Profetizou durante o reinado de Uzias, de seu filho Jotão, depois Acaz, Ezequias e Manassés, que teria mandado matá-lo de maneira cruel, enfiando o profeta no tronco oco e seco de uma árvore e serrando o tronco no meio (segundo a tradição judaica). O contexto da profecia do cap. 11 é de Deus exercendo juízo sobre o reino do norte, Israel, por causa da sua grande desobediência. Deus permitiu que os Assírios invadissem e destruíssem o reino do norte e até mesmo ameaçasse fazer o mesmo com o reino do sul, Judá. Famílias inteiras foram dizimadas, destruídas. A figura da árvore tombada, representa a família destruída. O cap. 6:13 fala de árvores desfolhadas e derrubadas, das quais sobraram somente o toco.

     

    1. “tronco de Jessé”

    A profecia de 11:1 parte da idéia da árvore derrubada, da qual deixaram somente o toco. Tronco de Jessé fala da família de Jessé, que ficou no toco, isto é, já não há possibilidade de recuperação, de livramento, humanamente falando. Só mesmo acontecendo coisa nova!

     

    1. “brotará um rebento”

    A palavra original em hebraico é hôter que dá idéia de broto delicado, rebento novo e fino que começa a subir! É nova vida! Salvação! É milagre! Coisa nova que sai do toco aparentemente destruído. É isso que o Messias é! Aleluia!

     

    1. V.2 – “e repousará sobre ele o Espírito do Senhor…”                    

    Este broto novo, da raiz de Davi, tem algo diferente: a presença do Espírito Santo, que produz frutos na personalidade de quem é renovo! São os sete espíritos de Deus, conforme Ap. 5:6b.

    Espírito do Senhor – que unge, que capacita, que testifica do Senhorio de Deus, Todo Poderoso!

    Espírito de Sabedoria – capacidade de discernir a natureza, a origem das coisas, principalmente as espirituais.

    Espírito de Entendimento – capacidade de diferenciar as coisas, “o que é o quê”, sem se deixar enganar.

    Espírito de Conselho – dom de formular conclusões corretas.

    Espírito de Fortaleza – energia necessária para colocar em prática as conclusões.

    Espírito de Conhecimento de Deus – que se forma dentro da comunhão amorosa com Deus.

    Espírito de Temor do Senhor – é um temor absorvido pela reverência.  gera vida, e aqui gera vida eterna, é o único que tem esta condição!

     

    Embora o pecado e a desobediência tragam conseqüências desoladoras para as pessoas, suas famílias e toda a nação há um Deus que provê o livramento através do seu Filho Unigênito, a RAIZ DE DAVI, o renovo que salva, que cura, e que batiza com o Espírito Santo, cujas manifestações estão tão bem profetizadas neste texto. Natal é isto! Amém!

     

    _ _

    Alcides de Moraes Mendes – mineiro, casado, pastor aposentado da 4ª RE (MG/ES)

    Deixe um comentário